Primeiro lote de vacinas da Janssen chegará ao Brasil perto da data de validade

Informação foi confirmada pelo ministro Marcelo Queiroga durante a CPI da Covid e implicará em desafios logísticos

Um comunicado do Ministério da Saúde pode afetar a vacinação dos brasileiros nas próximas semanas. As três milhões de doses da vacina da Janssen que vão chegar no Brasil nos próximos dias têm prazo de validade até 27 de junho. As vacinas devem ser aplicadas até este dia ou perderam sua eficácia. A informação foi confirmada pelo próprio ministro Marcelo Queiroga ao final de seu depoimento na CPI da Covid.

Com isso, a distribuição e aplicação das vacinas deverão acontecer em um prazo bem curto. Isso será um desafio logístico para estados e municípios, pois são poucos dias e algumas distâncias bem longas.

Uma alternativa é a distribuição de doses apenas para capitais, algo que foi feito com as primeiras remessas da Pfizer, que exige temperaturas baixas de manutenção.

Para as próximas semanas, o ministério deve ampliar as campanhas de vacinação para incentivar a população a buscar os postos de vacinação para imunização. Segundo a pasta, o país tem capacidade de aplicar até 2,4 milhões de doses de vacinas por dia.

Sobre a vacina da Janssen

A vacina fabricada pela Johnson & Johnson apresentou 85% de eficácia nos testes de prevenção contra casos graves de Covid-19 e oferece proteção completa contra hospitalização. A principal vantagem dela é que pode ser aplicada em dose única.O Ministério da Saúde assinou um acordo com a farmacêutica para a aquisição de 38 milhões de doses da vacina da empresa, com previsão inicial de entrega de 16,9 milhões de doses entre julho e setembro e 21,1 milhões de outubro a dezembro.

Na semana passada, Queiroga anunciou que conseguiu antecipar a entrega de 3 milhões de doses para o mês de junho.

Fonte: UOL Notícias 

Foto: Getty Images

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *