CoronaVac, Sputnik, entre outras: compare as seis vacinas com aval da Anvisa

Com as últimas liberações da agência regulatória brasileira, a campanha de vacinação contra o coronavírus poderá contar com até seis tipos de imunizantes. Entenda as diferenças entre eles

Na noite da última sexta-feira (4/6), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deu sinal positivo para o uso de mais duas vacinas contra a covid-19 no Brasil: a russa Sputnik V e a indiana Covaxin.

Embora a entidade tenha liberado apenas a importação de alguns lotes desses dois imunizantes, que deverão obedecer a critérios bastante restritos, o fato é que a partir das próximas semanas o país poderá contar com seis produtos diferentes em seu programa nacional de va

Além dos dois mencionados, os brasileiros já recebem desde janeiro de 2021 as doses da CoronaVac (Sinovac/Instituto Butantan) e da AZD1222 (AstraZeneca/Universidade de Oxford/FioCruz).

Em fevereiro, foi a vez da Cominarty (Pfizer/BioNTech) ganhar a aprovação da Anvisa. Mas as primeiras remessas dela só foram chegar ao Brasil no final de abril, após semanas de discussão entre as farmacêuticas e o Governo Federal sobre as cláusulas do contrato de venda e compra.

Outra vacina que já pode ser aplicada no país é a Ad26.COV2.S, da Janssen. A entrega das primeiras 3 milhões de doses está agendada para acontecer ainda em junho, segundo uma informação divulgada recentemente pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

É curioso notar que cada um desses produtos possui particularidades sobre as tecnologias utilizadas, o mecanismo de ação e o tempo de intervalo entre as doses.

A BBC News Brasil resumiu essas características e apresenta a seguir as principais diferenças entre os imunizantes que já são usados e aqueles que devem desembarcar por aqui nas próximas semanas:

Leia a sequencia da matéria em:

Fonte – https://saude.ig.com.br/2021-06-05/coronavac-sputnik-vacinas-aval-anvisa-brasil-covid-pandemia.html

Foto: Getty Images

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *