Moradores de Pinhais e Piraquara avaliam positivamente os avanços na Duplicação da PR 415

Os moradores da região de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, avaliam positivamente os primeiros avanços na duplicação da Rodovia João Leopoldo Jacomel (PR-415), que deve levar mais um ano para ser concluída. O trânsito sobre a trincheira da Rua Jacob Macanhan e Avenida Camilo Di Lellis, liberado recentemente, já é um bom demonstrativo da nova realidade em termos de segurança, acessibilidade e modernidade.

O Governo do Paraná está investindo R$ 162 milhões nos 14 quilômetros da PR-415, que é a principal ligação entre os municípios de Curitiba, Pinhais e Piraquara.  A média de veículos que circulavam nessa via é de 30 mil/dia, nos horários de pico. As obras tiveram início em 2014 e a FETIEP (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias do Estado do Paraná) teve fundamental importância para que os moradores de Pinhais e Piraquara conseguissem o início das obras, em 2014. Zenir Teixeira, Relações Institucionais da Federação, morador de Pinhais há 25 anos, foi o coordenador do Movimento “Duplicação Já”, lançado em 2012, também com o apoio dos Rotary’s de Pinhais e Piraquara.

No final de 2011 o Brasil já se preparava para receber a Copa do Mundo 2014. Em uma Audiência na Câmara de Vereadores da Capital com o então secretário municipal da Copa, Luiz de Carvalho, Zenir, representando a FETIEP, defendeu a necessidade da duplicação e da criação de novos acessos. No mesmo ano, Zenir se apresentou ao Prefeito de Pinhais, Luiz Goulart, com a proposta de criar uma ampla campanha junto a população e, em 2012, o então Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, recebeu das suas mãos a reivindicação da população de Pinhais e Piraquara.

Um abaixo-assinado organizado pelo Movimento coletou aproximadamente 20 mil assinaturas dos moradores que diariamente utilizavam a Rodovia e esse documento foi entregue ao Governo do Estado, que acatou o pedido. Na ocasião Zenir Teixeira afirmou que a conquista era exemplo do que é possível fazer para melhorar a qualidade de vida de milhares de pessoas se elas são capazes de unir esforços em torno de causas e interesses comuns.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *